Páginas

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Sobre desespero, erros e fé


'Você reavalia a sua vida quando comete erros.'
Gregory House


Fim de ano. Momento ideal para avaliar a vida, as atitudes, o estado insano e desequilibrado que deixou sua alma e mente durante o referido ano.

2012 - Confesso que esse foi um dos meus piores anos na vida. Em disparado ele ganha das outras dificuldades que enfrentei e que me deram uma satisfação no final por ter vivido aquilo, porque vi que cresci muito com a situação. Mas 2012? Nossa...

Foi o ano que cometi um dos piores erros da minha vida. O mais idiota. O que não agrega nada, que só fere, que traz uma lição de vida tão complexa e importante que até agora não sei o que fazer com o ensinamento. Talvez me sirva de exemplo, de escuto, de espada daqui alguns anos. Vai saber. Como a Anne Frank escreveu, 'o que está feito, não pode ser desfeito, mas pelo menos posso impedir que aconteça de novo'.

Foi um ano de conflitos, de brigas, de tomada de decisões importantíssimas. Foi o ano que mais me senti sozinha na vida. Desamparada financeiramente por quem me prometeu segurança e, obviamente, não cumpriu mais uma vez . Tenho que entender o lado dele. Sempre o lado dele.

E daquela que procuro compreensão, carinho e ombro amigo, só recebo criticas, acusações, desconfianças.

Dois mil e doze abriu meus olhos como nenhum outro ano. Amigos e colegas são coisas totalmente opostas. As pessoas com quem eu janto, bebo, vou a uma balada, não são amigos, são pessoas que compartilham de momentos felizes comigo. Eles vão sumir em dois anos, talvez antes. Apenas dois ou três vão ficar.

Aquela amiga de infância que tanto amo e me dou bem, está tocando a vida. Agora tem seus problemas e não encontra tempo de tomar um café quente em um domingo a tarde. São muitos projetos, muitos compromissos, e entre piadas e alfinetadas paralelas no telefone, tudo fica bem, tudo fica certo, e promessas de outros encontros que nunca serão marcados são feitas.

A prima, que sempre busco para um programa light como um cinema, um jantar no MC, um passeio no shopping, nunca pode, nunca está afim, ou os dois juntos.

A outra prima, que exige ser a minha madrinha de casamento, nem sequer conversa comigo. E com o passar dos anos  percebo que nunca a conheci verdadeiramente. Apesar de ter testemunhas que poderiam jurar que somos melhores amigas, confidentes de segredos.

E em meio a tudo isso eu me encontro perdida. Ter um ministério na igreja era aquilo que fazia meu coração ferver, me dava um sentido na vida, só que nem nos cultos eu vou mais. A apostasia, a culpa, a depressão tomaram conta da minha alma.

E agora eu tento buscar incessantemente uma válvula de escape, um passatempo, um refúgio que me tire desse mundo real e me arraste pra bem longe, nem que seja por algumas horas, minutos, segundos. Tento ocupar a minha mente para não ter que escutá-la a todo instante, mas essa estratégia não está mais funcionando.

Minhas esperanças então depositadas em uma mudança de calendário, em uma palavra profética que encha meu coração de fé novamente, que invada meu espírito e que me faça sentir viva novamente. Eu quero isso, eu preciso, eu necessito. Se não...não sei o que será de mim em 2013.

Deus...cuida de mim. Por favor.



3 comentários:

  1. "Tento ocupar a minha mente para não ter que escutá-la a todo instante, mas essa estratégia não está mais funcionando."

    Me fez chorar. =')
    Deus, cuida de nós, por favor!

    ResponderExcluir
  2. Confesso que uma lágrimas escaparam dos meus olhos também.
    E realmente, 2012 ficou longe de ser fácil pra qualquer um que eu conheça. Mas o ensinamento e o aprendizado hão de chegar uma hora, né?

    Tá acabando, Fefa. Força!

    E AMÉM mil vezes, porque Deus deve estar preparando algo bem grandioso!

    ResponderExcluir
  3. Stephanie Rodrigues21 de dezembro de 2012 12:52

    É... 2012 não foi nada fácil, mas se nos esforçarmos um pouco veremos que nem tudo foi mal, e que existiram momentos que fizerem com que 2012 tivesse que existir... que seja só um momento ou um sorriso (E olho que dividimos alguns hahahaha).
    É isso ai Fe, que o novo ano não renove apenas seu coração, mas que Deus restaure o seu caminho e a sua força ^^
    #tamojunto (apesar de sempre enrolada quanto ao certo almoço/mc) u_ú

    ResponderExcluir

Ah...fala o que achou pô!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...